quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Solidariedade



A dor correu pelos campos, forte como um furacão. 
Ela não avisou que vinha. Invadiu cada coração, cada lar, cada rua. 
Ela não é alheia: é também minha. E tua...

Só isso...


Folha em branco. 
Sorriso franco. 
Olhar indeciso. 
Às vezes só isso é preciso...

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

É tempo...


Não é urgente, mas não demore.
Lembre-se que o tempo que a folha colore
A faz desbotar, secar, soltar-se
E voar pelos campos, perdida...
Há um certo tempo para tudo na vida...

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Seja como for...



Seja algo simpático
Um tanto enigmático
De viés metódico
Lógico, translúcido...

Um pouco metafórico
Bucólico, astrofísico
Carismático, arquetípico
Teórico, apocalíptico...

Simbólico, esotérico
Exótico, histérico
Rústico, acrítico
Fático, analítico...

Talvez inodoro
Incolor, indolor
Sólido, líquido, vapor...

Mas é amor.
É amor.
Seja como for...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Ah, moça...


Ah moça, não se entristeça...
Talvez não seja tão ruim quanto pareça
Talvez não passe mesmo de uma miragem...

Seque as lágrimas, confie que não é preciso.
Levante os olhos, abra o seu sorriso
E saiba: já é hora de seguir viagem...

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Eu vou...


De andar macio
Equilibrado, ao prumo
Disfarçando que já chegou

Causa arrepio
Faz perder o rumo
E onde ela for, eu vou...

Entrelinhas...



Entre riscos tenazes 
e traços perspicazes 
as rimas escoam-se entre as linhas, 
já não tuas, já não minhas,
e formam frases de dor ou agonia 
ou de amor - em poesia...