sábado, 31 de outubro de 2015

Indecisão

Demorou
A se decidir.
Quando chegou
Já era hora de partir.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Depois dos temporais...

Depois dos temporais
Resta o passo de seguir
Resta o sonho de sonhar
Resta o riso de sorrir
Resta a força pra lutar
E não desistir, jamais!

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Parece...

Tudo é mesmo muito louco
E nem sempre é como a gente quer.
Mas saiba que o que às vezes parece pouco
Na verdade, na realidade, muito já é.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

O bilhete

O bilhete de repente achado
No papel já amarelo e amassado
Parecia trazer um recado da dor.
Tinha tudo para ser de despedida,
Mas continha uma declaração de amor:
A primeira que alguém recebeu na vida...

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Sorrir...

Às vezes sorrio um sorriso acanhado.
Algo como sorrir pela metade.
É um sorriso triste, envergonhado,
Como se sorrir fosse apenas uma necessidade.
É preciso sorrir - e eu tento.
Se não há motivo, invento.
Mas é um sorrir angustiado, profundo,
Abafado, espremido, pela dor do mundo.

Leve-me...

Leve, assim ela é.
Leve e fácil de querer.
Plena, sutil, flutua
Pluma, brisa, se insinua.
Eu eu tento alcançá-la...
Estico os braços
Quase encosto os dedos.
Corro, mas me embaraço
Envolto em seus segredos.
Chego quase a tocá-la...
E ela vai
A favor do vento.
E ela vai
Linda, dona do tempo.
Chego a sentir o seu respirar...
Leve, assim ela é, e só.
Já que alcançá-la não consigo.
Espero que ela tenha dó
E venha para ficar comigo...

domingo, 4 de outubro de 2015

Estar...

Já fui em muitos "eu não vou"
E estive em tantos "não estou"
Porque embora estando ou se tivesse ido
Estava mesmo em meu olhar perdido.

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Coragem...

Lutou pela vida desde cedo.
Para cada sonho idealizava uma imagem.
Aprendeu que o que para muitos é motivo de medo
Para outros é impulso, é força, é vibração - e coragem.