segunda-feira, 26 de junho de 2017

Humanidades

Tantas vezes o silêncio cabe...
Quantas vezes é melhor calar...
É fácil falar do que não se sabe
É simples o dizer sem o pensar.
É tão leviano avaliar o desconhecido
Mas é comum, se vê em toda a gente.
Como é errado opinar sobre o não vivido...
Como é triste criticar o que não se sente...

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Reflexão

Lembra das tuas desventuras
Das tuas dores e amarguras
E reflete sobre a tua verdade.
Verás que nada foi tempo perdido
És agora alguém mais enriquecido
No rumo certo da tua felicidade.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

A novidade

É bem assim a novidade:
Agita, repentina tempestade.
Depois o tempo a suaviza.
Vira calmaria, suavidade, brisa.

sábado, 3 de junho de 2017

Amor

Gentileza
Sutileza
Delicadeza
Têm a proeza
De causar beleza
Aonde for.
E isto também
É amor.