terça-feira, 11 de novembro de 2014

O poema

O poema vivia um dilema.
Seria de alegria ou de tristeza?
De tristeza ou de alegria?
Mas de uma coisa ele tinha certeza:
Já era feliz por saber-se poesia...

Um comentário:

Luria Corrêa disse...

Assim como é feliz a simples chance de poder "ser"!