terça-feira, 23 de outubro de 2012

Até mais...


Há pessoas que conversamos por quinze minutos, numa sala de espera. E ficaríamos assim indefinidamente, sem pressa. Leves. Até que surge a pergunta: "Quem é o próximo?" Aí, mal ocorre a despedida. Fica no ar um até nunca mais...

Nenhum comentário: