quarta-feira, 28 de novembro de 2012

A criança em nós...



Findo o tempo de ser criança
Resta a esperança...
De que ela em nós fique.
E ela fica
Embora às vezes não se acredite.

Vez que outra se manifesta
Quer brincadeira, quer festa
Mas a fazemos adormecer...

Quando enfim queremos
Reaver a sua energia
Pois sentimos ingênua alegria...
Já não temos forças para correr...

Nenhum comentário: