domingo, 20 de outubro de 2013

Tenho...

Tenho o desespero dos ansiosos
A ansiedade dos desesperados.
Tenho a sede dos famintos
A fome dos sedentos.
Tenho a pressa dos incomodados
A quietude dos decididos.
Tenho a loucura dos sãos
A sanidade dos loucos.
Tenho a fadiga dos mares
A leveza dos ventos calmos.
Tenho a força das tempestades
A preguiça dos fins de tarde.
Tenho a voz dos que gritam
O silêncio dos que não querem falar.
Tenho os olhos dos que veem
O olhar dos que, além de ver, querem enxergar.
Tenho o correr dos descobridores
O passo lento dos que já encontraram.
Tenho a garra dos que agitam
A paciência dos que deixam acalmar.

Tenho o não ter, o não ser
A imensidão...
Tenho a palavra certa
A frase incompleta.
Tenho medo do escuro
Aversão à claridade que expõe.

Tenho este querer
Que me acompanha onde vou
Tenho este querer
Que me conduz a ser o que sou...

Nenhum comentário: