sábado, 12 de agosto de 2017

Nós dois

Preencho as minhas solidões
Contemplando as tuas ausências.
Quando chegas, repentinamente,
Todos os espaços se preenchem
Nos reflexos límpidos da tua presença.
Então, já não há agora nem depois
Não há mesmo pensamento algum
Deixamos, imediatamente, de ser dois
Momentaneamente, nos tornamos um.

Nenhum comentário: