quinta-feira, 23 de junho de 2011

Você é capaz de compreender?


Procuro analisar o olhar
De quem age de forma equivocada
E parece não se importar com nada.

Vejo, na falsa emoção,
A frieza sincera da solidão.

A dor de quem pede socorro...

Nenhum comentário: