quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Guardado...

Aquele ar de fim de tarde.
A xícara vazia de um gole de chá.
O amarelado do Sol já tão longe.
O perfume na sala e na memória.
As tantas conversas.
Os tantos sorrisos.
As lágrimas fugidias.
Dias e dias de história.
Decisões refletidas.
Decisões impensadas.
Madrugadas de olhares brilhantes.
O amanhecer de mãos dadas na praia,
no campo, no banco da praça.
Um tempo para nunca esquecer.
Rever, refazer, repetir.
Toda vida, a vida toda.
Detalhes lembrados à noite.
Um sorriso discreto ao lembrar.
Isso tudo em vidas, tantas
Que nem mesmo dá para contar.
Muito guardado na lembrança
ou no livro que acabamos de fechar.

Nenhum comentário: