domingo, 1 de junho de 2014

Estranho

Estranho
É muitas vezes
Neste mundo tão tamanho
A gente não se sentir
Estranho

Nenhum comentário: